Avó


Nunca pensei algum dia vir ter de passar por esta situação. Ver-te deitada numa cama de hospital sem poderes falar, quase sem te reconhecer devido aos imensos tubos que tens ligados, com um tubo ligado ao pulmão para poderes respirar, senão já não estavas cá. Não quero, nem posso imaginar que estás quase a deixar-me sozinha, não quero pensar nisso, mas o que é certo é que cada vez tenho menos esperanças. Avó és uma mulher de armas, nada te afecta, tens mais força que eu que sou bem mais nova, tenho um imenso orgulho em ti. Não me deixes, não me deixes, não te quero perder avó, NÃO QUERO.
Ontem ao entrar naquele hospital deu-me um aperto no coração, mas ao sair ainda foi pior, deixar-te sozinha, mal e super desconfortável naquela cama de hospital, onde tu não deverias estar.

AMO-TE AVÓ, NÃO ME DEIXES

3 comentários:

  1. Força, mesmo, isso nunca me aconteceu, mas de pensar nisso é horrivel --.

    ResponderEliminar
  2. muitas força, a tua avó vai conseguir

    ResponderEliminar