Should've Kissed You





Se todas as vezes que eu sonho contigo, fossem as vezes que eu estava nos teus braços, eu era feliz. Era sentir o teu beijo, aquele que eu te neguei quando eramos mais novos, à porta da sala, mas que tu num tom suave e super meigo me disseste "deixa-me só te dar um beijinho na cara", meu deus como eu me lembro bem dessas palavras que quase foram ditas ao meu ouvido. Que saudades, sentir todos os dias o teu abraço, e sentir o teu coração a bater (sim, porque eu dava-te pelo peito, eras tão grande, e se era bom!). A maneira como falavas comigo eras tão doce, eras tão meigo, que eu gostava de estar outra vez naquele ano, só para poder viver tudo outra vez, mas desta vez, não te negava o beijo, e deixava de querer saber se a stora estava a olhar para nós, beijava-te e agarrava-me ao teu pescoço, para não poderes sair dali de ao pé de mim. A maneira como tu me olhavas (até a minha mãe reparou), a maneira que me tocavas, a maneira como me falavas, a maneira como me beijavas, a maneira como abraçavas, tempo peço-te, volta atrás!

17 comentários:

  1. de nada :)
    a minha é como a tua mas só para os décimos anos, por isso este ano não passei por isso.
    este texto está lindo :o

    ResponderEliminar
  2. é das melhores sensações e momentos que podes passar com o teu namorado. neste momento não tenho, como deves saber, mas namorei 3 anos e ele mora a 5 minutos a pé de minha casa e estavamos sempre colados um ao outro, então quando faz frio lá fora é que sabe bem estarmos a ver um filme agarradinhos na cama a ouvir a chuva *-*
    (mas pronto, é PASSADO. para mim, claro querida.)

    ResponderEliminar
  3. viver isso é bom, recordar é que já faz mal boneca...

    ResponderEliminar
  4. Que texto lindo :)
    O tempo não volta a trás, mas mesmo assim não deixas de ter recordações boas, essas já ninguem te tira..agora tens de seguir em frente *.*

    ResponderEliminar
  5. "vejo o futuro, tanto o próximo como o mais longínquo, como uma folha totalmente em branco, e se a folha está realmente em branco porque haveremos de ter medo de escrever nela sem errar na escrita?"

    Mais uma vez adorei o texto Marta, e vou dizer o que já foi aqui dito, o passado ninguém to vai tirar, será sempre teu, só tens de seguir em frente porque não sabes o que te reserva a "folha em branco" *.*

    ResponderEliminar
  6. É verdade Marta, tens muita razão no que disseste, acabou-se mesmo, ela que morra longe :c

    ResponderEliminar